Segurança Condomínio

Cuidado! Saiba como contribuir para a sua segurança e a do seu apartamento

Dados da Secretaria da Segurança Pública indicam que o número de roubos e furtos aos condomínios do Estado de São Paulo cresceu 56% em 2018. Entre janeiro e abril deste ano foram registrados 1300 casos, contra  832 no mesmo período do ano passado.

Com a proximidade das festas de final de ano a probabilidade de crimes como estes acontecerem aumenta por alguns fatores:

– aumenta consideravelmente o fluxo de entrada e saída de visitantes e prestadores de serviços nos condomínios;

– muitos moradores viajam, deixando as unidades vazias;

– há maior permanência de crianças e adolescentes sozinhos dentro da unidade.

Para que incidentes como estes sejam evitados é preciso que moradores, porteiros e profissionais do condomínio redobrem a atenção e os cuidados e que os condôminos orientem também adultos, crianças e empregados.

Confira as dicas para segurança do seu apartamento e condomínio

 Acesso de visitantes:

– Na portaria a regra deve ser clara: Não se identificou, não foi autorizado, não entra;

* Embora essa rigidez pode gerar inconveniência em algumas situações, como de, por exemplo, levar alguns minutos a mais para liberar o parente que frequenta assiduamente a unidade, porém, o cuidado com a identificação do visitante e de seus acompanhantes, bem como a confirmação de liberação do morador, são atitudes essenciais para a manutenção de segurança de todos.

– Oriente os moradores e prestadores de serviços da unidade, a redobrarem atenção na entrada e saída do condomínio.  Ao, entrar, fechar o portão imediatamente, não permitindo que o visitante que aguarda autorização entre junto;

– Ao acessar o condomínio com carro com película escura, abra os vidros e acenda a luz interna, facilitando que porteiros e seguranças identifique quem está dentro do veículo;

– Oriente outros moradores e profissionais da casa a sempre confirmarem com o responsável da unidade se está aguardando a visita de prestadores de serviços e, só após liberar o acesso na portaria;

*é comum a liberação de falsos prestadores de serviços por outros moradores ou funcionários, por acreditar que outro morador tinha chamado.

– Em caso de entrega de encomendas pequenas, é importante que o morador a retire na portaria;

– Vai receber visitas para as festas de Natal e Ano Novo ou outro evento, envie a lista dos convidados com antecedência para a portaria. Você  facilita o acesso dos visitantes e contribui para a manutenção da segurança.

Vai viajar? Confira as dicas para seguir tranquilo:

Evite comentar em lugares públicos ou próximo de pessoas estranhas sobre a sua viagem;

Avise ao síndico ou zelador que estará viajando e deixe um telefone de contato para emergências;

– Caso tenha solicitado que alguém de sua confiança vá ao apartamento durante a sua ausência, passe essa informação também ao síndico  ou zelador;

–  Antes de sair, confirme se todas as janelas e portas estão devidamente fechadas;

– Feche registros de água e de gás;

– Deixe a campanha desligada;

* é comum em caso de furtos em apartamentos, os meliantes tocarem a campainha para se certificarem que não tem ninguém na unidade e se esconderem. A campainha desligada fará com que o mesmo fique na dúvida e pode desestimular o furto.

– Evite compartilhar fotos sobre a sua viagem nas redes sociais, principalmente, sem restringir o público que poderá visualizar as imagens.  Elas podem ser um importante canal de informação para meliantes. Se possível, compartilhe as imagens apenas quando voltar.

Crianças e adolescentes em casa

No período de férias é comum que crianças, depois de 9/10 anos, fiquem em casa por curtos períodos sozinhos e adolescentes por períodos maiores.  Mas é preciso orientá-los:

– Eles não devem liberar o acesso de ninguém ao apartamento;

– Caso vá receber amiguinhos, é recomendável que os pais passem a autorização e, que o adolescentes seja orientados a não liberar a entrada de pessoas estranhas ou não autorizadas que acompanhem os amigos;

* há casos de adolescentes que se misturam a outros para entrar no condomínio, identificam a unidade vazia, arrombam a porta e autorizam a entrada de comparsas.

– Não permitir que outras crianças/adolescentes ou qualquer outra pessoa que não sejam conhecidas e autorizadas pelos pais entrem no apartamento quando os responsáveis estão ausentes;

– Obedecer às regras estabelecidas para áreas comuns.

A atenção e prática às regras acima citadas contribuem para a segurança de todos os condôminos, por isso, é importante que cada um cumpra o seu papel.

Commentários (6)
Postar um comentário

Commentários (6)
Postar um comentário