Descarte correto do óleo de cozinha gera economia, você sabia?

Você usa óleo de cozinha? Então precisa ler essa noticia.

Você sabia que um litro de óleo de cozinha descartado de forma incorreta polui um milhão de litros de água no meio ambiente?

Mas os danos não ficam apenas para o meio ambiente. O acúmulo de óleo descartado de forma incorreta por custar caro ao seu bolso. Sabe por quê?

Tanto em casas quanto em condomínio há as caixas de gordura, responsáveis por absolver parte do resíduo descartado de forma incorreta. Porém, com o acúmulo a caixa de gordura deixa de cumprir sua função e contribui para o entupimento do encanamento, resultado em transtornos para todos os moradores e gasto com despesa extra.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Óleo Vegetal, ABIOVE, no Brasil consome-se, em média, 19 litros de óleo por pessoa, por ano. Dados indicam que apenas 10% deles são descartados de maneira correta.

Dessa forma, é possível imaginar o quanto estamos colocando em risco as nossas tubulações e o meio ambiente.

Nos rios, por exemplo, o óleo provoca a diminuição do oxigênio dissolvido na água, por meio das atividades que degradam o óleo ao mesmo tempo em que consome muito oxigênio, provocando assim a morte da fauna aquática.

A questão é tão séria e importante que a Comissão de Meio Ambiente do Senado já desenvolveu um projeto de lei que estabelece a obrigatoriedade para descarte adequado do óleo de cozinha e que deve ser votado ainda esse ano.

Como descartar o óleo corretamente?

Uma simples mudança de hábito contribui para a preservação do meio ambiente e pode ainda gerar economia para o bolso.

Para isso, basta, após a utilização do óleo de fritura, esperar o esfriamento e colocá-lo em uma garrafa pet, utilizando um funil para ajudar a entrada na garrafa.

Procure manter fora do alcance de crianças e animais de estimação para evitar transtornos e, ao completar a garrafa, caso o seu condomínio já tenha coleta seletiva coloque o no local adequado, ou leve o seu descarte até um ponto de recolhimento, muito comum em supermercados, por exemplo.

Vale ressaltar, que os síndicos podem procurar empresas e ONG’s que retiram periodicamente o material coletado sem custo para o condomínio e mantem a rastreabilidade do produto recolhido, garantindo assim o descarte correto. Algumas empresas, inclusive, em troca oferecem produtos de limpeza, por exemplo, ou geram renda para comunidades carentes.

O óleo descartado corretamente é utilizado para a produção de biodiesel, sabão, tintas a óleo, massa de vidraceiro e outros produtos, além de preservar o meio ambiente.

Commentários (0)
Postar um comentário

Commentários (0)
Postar um comentário