menina_aquecedor

Frio combina com banho quente e aquecedores? Depende

menina_aquecedor

As temperaturas abaixam e todo mundo já pensa em mudar a chave do chuveiro e, pra quem não tem ar condicionado, em um aquecedor pra aquecer a casa. São soluções perfeitas, mas é preciso que o seu condomínio esteja preparado para isso, caso contrário, será uma fonte de problemas.

Para se ter uma ideia há dez anos os chuveiros tinham, em média, 5.600 Watts. Atualmente eles têm cerca de 8.000 watts.  Parece uma evolução pequena, mas um edifício que não usa gás para aquecimento do chuveiro e construído há, mais ou menos, uma década, com 40 unidades, foi construído com determinada capacidade elétrica, se todos trocam por um chuveiro moderno, maravilhoso e mais de 8.000 watts, a necessidade de energia do condomínio crescerá bastante.

E se além do chuveiro maravilhoso, aproveitar para comprar também o aquecedor, que tem potência entre 1500 e 2000 watts e que, geralmente, fica ligado à noite por longo período, os riscos para a unidade e condomínio aumentam.

Um aumento em demasia da capacidade de transmissão de energia pode resultar em queda de disjuntores e, portanto, de energia e até principio de incêndio.

A questão também é válida para a instalação de ar condicionado.

Sendo assim, antes de modernizar os equipamentos elétricos é importante estar atento à capacidade elétrica do seu condomínio.

Embora o seu síndico não veja o seu aquecedor, por exemplo, esse objeto ainda assim coloca em risco a sua unidade e também seu prédio.  Por isso, respeite às normas e proteja a sua família.

Commentários (0)
Postar um comentário

Commentários (0)
Postar um comentário