Tolerância e respeito

TOLERÂNCIA E RESPEITO, ESSE É O CAMINHO!

Karl Popper realmente acreditava sobre expressão, tolerância e respeito em uma sociedade liberal e pluralista?

“1. Uma sociedade tolerante deve ser tolerante por padrão.

  1. Com uma exceção: a sociedade não deve tolerar a intolerância.”

Esse é o paradoxo da tolerância, escrito pelo filósofo austríaco-britânico Sir Karl Popper(1902-1992) em seu livro A sociedade Aberta e Seus Inimigos.

Está a cada dia mais difícil solucionar problemas entre vizinhos.

Barulho, carros, crianças, e cachorros continuam sendo os grandes responsáveis pelas reclamações e conflitos em condôminos.

 

Condôminos x Tolerância e Respeito

Porém, embora os motivos sejam velhos conhecidos, a sua resolução está cada vez mais difícil uma vez que todos estão atentos aos seus direitos, uma parcela menor observa os seus deveres e reduzido é o número dos que praticam o bom senso.

É natural que a criança tem direito a brincar dentro de sua unidade, mas é importante que o bom senso avalie quais são as brincadeiras mais adequadas para dentro do apartamento, principalmente, no período noturno. Assim como é importante que o vizinho seja tolerante com o morador ao lado que, por trabalhar a noite, pede que seja mais silencioso em determinado período do dia.

Vale lembrar que tolerância quer dizer: 1. Condescendência ou indulgência para com aquilo que não se quer ou não pode impedir. 2. Boa disposição dos que ouvem com paciência opiniões opostas às suas.

Para que haja paz entre vizinhos e harmonia no condomínio, é sempre válido lembrar que praticar a palavra respeito é o melhor caminho, e que mesmo dentro da unidade é importante que ações respeitem as regras da boa vizinha e do bom senso.

E, quando a intolerância quer ser impor aos princípios e valores necessários para a boa convivência no condomínio e na sociedade, e as tentativas de diálogos harmoniosos foram esgotadas, é importante, se necessário, buscar as medidas legais cabíveis.

Commentários (0)
Postar um comentário

Commentários (0)
Postar um comentário